Histórico

A Lei n° 710, de 03 de setembro de 2003, o Decreto Municipal n° 7.288, de 11 de maio de 2004 e o Decreto Municipal n° 288, de 22 de setembro de 2009, criaram, regulamentaram e ampliaram o Conselho Gestor do FMC.

Atualmente, a composição desse conselho, em formato paritário, tem dezesseis membros, sendo oito advindos da Administração Municipal e oito representantes dos seguimentos da dança, teatro, música, cinema e vídeo, literatura, artes visuais, cultura étnica e projetos especiais, com mandato de dois anos, vedadas a recondução.
Todos serão indicados por entidades artísticas e culturais com sede em Manaus.

A administração municipal é representada por membros das secretarias de educação (SEMED), de desportos e lazer (SEMDEJ), de finanças (SEMEF), de comunicação (SEMCOM), de trabalho e desenvolvimento social (SEMTRAD), de meio ambiente (SEMMAS), Fundação Municipal de Cultura e Artes (MANAUSCULT).

Oito conselheiros são advindos de segmentos da sociedade civil organizada em categorias artísticas e culturais, ligados a Teatro, Dança, Música, Artes Visuais, Literatura, Cinema e Vídeo, Cultura Étnica, e há uma cadeira intitulada de Projetos Especiais, que  é dedicada a indivíduos que se reconheçam como pertencentes ao sistema produtivo de atividades ligadas à arte-educação.